Páginas

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Maquina de escrever...



        Sim eu sou da época da maquina de escrever ...
Usei muito a minha bem parecida com essa para escrever Cartas, livros, fazer desenhos entre outras coisas escrever ...
        Sempre gostei de escrever e na maquina então eu virada a noite escrevendo, hoje em dia ela já esta bem gasta, e tenho que forçar mais para escrever, e claro de tempos em tempos eu escrevo nela para não enferrujar, ou até mesmo vir a dar pau por falta de uso.





        Muito pratica , leve e fácil de usar, pode ser usada em qualquer lugar ela se transforma em uma maleta, costumo dizer que ela é melhor que CPU ou até mesmo um lápis ou caneta, melhor que o CPU por que você não precisa liga-la na tomada e nem de uma impressora, melhor que um lápis ou uma caneta por que não tem letra feia e não quebra a ponta, agora quanto a tinta da fita, bem tenho ela a anos e antes de mim ela era da minha Tia (Patricia Martins Barreto), e não sei se ela trocou alguma vez.
        Como nada é perfeito ela machuca dos dedos e a mão, não é como digitar em um notebook ou cpu, e tem a desvantagem dos erros grosseiros de português os riscos por correção dos erros e para mandar uma cópia para alguém, só por carta, pessoalmente, ou escanear.

  
        Lembro quando fui usar o cpu do meu primo uma vez, quase quebrei o teclado dele na paulada acostumado a escrever na maquina e quando me peguei pela primeira vez escrevendo ali, foi quase um desastre, mais com o tempo fui diminuindo a força e comecei a controlar melhor, mais que foi muito engraçado na época isso foi.
        Quem é da época da maquina de escrever vai matar saudades e quem não é ou nunca viu uma ai está, a sempre boa e velha maquina de escrever, a detalhe, precisa de folha viu desavisados... rsrsrs ...

Sem mais,

Carlos Raquella

;  )

Nenhum comentário:

Postar um comentário